sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Rio de Janeiro, cidade Portuguesa...com certeza!


A chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil em 1808, anda mexendo com ritmo carioca nos últimos meses...e olha que isso já faz 200 anos hein! Alguns lugares como restaurantes, museus, e até escolas de samba, já estão fazendo suas homenagens. Imaginem só o que a Dona Maria, a louca, iria achar de dar uns passinhos na passarela do samba no ultimo carnaval aqui na cidade maravilhosa!?

Mas não importa de onde vem tal homenagem, o fato importante mesmo é a modificação que esse evento teve ao nosso país, ao nosso estado do Rio de janeiro. Muitas correntes de estudiosos, antropólogos e sociologistas defendem coisas boas como ruins também. Como tudo na vida!

Mas porque eles fizerem isso? Bom, resumindo muito a história, lá na França, o Imperador Napoleão vencia os exércitos para conquistar a Europa toda, mas encontrou barreiras com a marinha Inglesa, com isso proibiu então, que todos os outros paises comercializassem com eles. Portugal, um velho aliado da Inglaterra, ficou sem saber o que fazer por duas coisas: se parasse o comercio com a Inglaterra, eles invadiriam o Brasil pois já estavam de olho na gente aqui, e se não cumprissem a ordem de Napoleão, ele invadiria Portugal. Solução? D. João colocou 14 lindas caravelas no mar e mandou a família Real para o Brasil! Com a chegada de D. João, muitas mudanças seriam feitas na colônia para o novo centro de administração do Império Português. Foram instaladas faculdades, urbanização de ruas, parques foram formados, como no caso do Jardim Botânico. Além disso, surgiram as fabricas de sapatos, roupas, tecidos e os vinhos também foram trazidos para a nossa cultura! Os portos foram abertos para o comercio, foram criados o Banco do Brasil e a casa da moeda. A exportação do café, açúcar e algodão subiram no ranking das exportações. E pra fechar com chave de ouro, foi criado um incentivo cultural com a abertura da escola de Belas Artes, Museu Nacional, Biblioteca Real, Academia da Marinha, entre muitos outros.

Porem, não pensem que isso ia ficar barato pra gente...Com uma revolta grande devido a guerra e pobreza, os portugueses exigiram o retorno da Família Real à sua terra natal, imaginem a briga que foi...mas isso fica para a próxima!

Vamos ao que interessa? Com a chegada de D. João, os hábitos alimentares foram introduzidos aqui e até hoje sofremos influencias dessa comida maravilhosa, que é a Portuguesa! Sabe-se que ele gostava muito de frango e manga...nossa, que mistura!!!

Enfim, não pensem que eu vou dar alguma receita de bacalhau! Já que D. João gostava tanto de frango e trouxe pra cá a famosa canja de galinha, que tal aquela receita de canja feita pela vovó? Nada melhor para curar a gripe e levantar o “astrale”, como dizem lá na terrinha!!!

Um beijo e até a próxima!

CANJA DE GALINHA (a melhor que já comi!)

Por Gracinda Lage (minha avó)

Ingredientes:

1 peito de frango
200g de arroz cozido
01 cenoura picadinha
3 dentes de alho amassados
01 cebola picadinha
5 folhas de hortelã fresca
Azeite de boa qualidade
Sal Q.B

Preparo:

Limpe o peito de frango, corte-o m pequeno cubinhos e refogue-o numa panela com o azeite o alho, a cebola, e a cenoura. Deixe-o selar bem até ficar douradinho. Cuidado para não queimar. Coloque água cobrindo e deixe ferver por 20 minutos. Acrescente o arroz e as folhas de hortelã. Corrija o sal. Deixe ferver mais um pouco e sirva bem quente com uma torradinha de ervas!

3 comentários:

Marcio disse...

Oi Mari, passei, li e ainda deixei comentário. Beijos. Márcio Bruno

Mônica disse...

Mariana, realmente foi a melhor canja que eu já experimentei na minha vida.E isso foi no camping de Cabo Frio, quando sua mãe estava grávida, adivinha de quem?
Eu não esqueci até hoje...
Beijos, sua prima Mônica

Mariana Rodrigues disse...

Márcio querido obrigada pelo comentário, continue lendo e se divertindo!
Monica minha prima, eu imagino!!!! É por isso que eu gosto tanto de cozinha, tá vendo? Já comia canja na barriga da mamãe!!!!!
obrigada pelo comentário,
beijos para todos e continuem escrevendo!!!!
Mariana