segunda-feira, 13 de abril de 2009

Bacalhau e chocolate?

No Domingo passado, comemoramos mais uma Páscoa. A festa, celebrada por vários povos na antiguidade, ainda hoje é um símbolo de alegria e paz.
Páscoa significa passagem, libertação. Para os judeus, é a comemoração da passagem de Moises que conduziu o povo hebreu pelo mar vermelho para a Terra Prometida. Antes de partir para a viagem, que duraria muito tempo, cada família preparou a sua a ultima refeição, que incluiu: um cordeiro de até um ano, que é o nosso cordeiro de leite, que significava a pureza, os pães ázimos, ou seja, sem fermento, que simbolizava a pressa da partida e as ervas amargas, que simbolizava a dura jornada rumo à Terra Prometida. Já para os Cristãos, a Páscoa também significa passagem, libertação e ainda a ressurreição de Cristo. Nessa comemoração, Cristo foi o próprio Cordeiro, que morreu em salvação da humanidade.
A simbologia da Páscoa é extensa. O ovo, por exemplo, significa nascimento e vida nova, o chocolate era oferecido aos deuses pelos astecas por ser divino e o coelho é o símbolo da fertilidade.
Existem varias formas de comemorar a páscoa pelo do mundo, confira:

Bulgária: Após a missa da Quinta-feira Santa, pintam-se ovos cozidos e fazem-se pães pascais, os "kolache" ou "kozunak". Os pães e os ovos são abençoados. Cada um da família pega um ovo e bate nos ovos dos outros; aquele que ficar com o ovo inteiro terá sorte durante o ano.
China: No mesmo período da Páscoa, os chineses comemoram o "Ching Ming". Nessa época, eles visitam os túmulos dos ancestrais e deixam oferendas para eles, como forma de satisfazê-los em relação aos seus descendentes.
Bélgica: As crianças belgas produzem ninhos de palha, na esperança de que o coelho deixe muitos ovos.
Índia: Os hindus fazem o festival Holi para relembrar o surgimento do deus Krishna. Nesta época a população dança, toca flautas e faz comidas especiais para receber os amigos. É comum que o dono da casa marque a testa dos convidados com um pó colorido
Espanha: Assim como no Brasil, alguns espanhóis se reúnem no Sábado de Aleluia para malhar ou queimar o boneco que representa Judas. Apesar deste apóstolo ter traído Jesus, a igreja é contra o ritual.
Fonte: Amanda Dias, Abril.com

Aqui no Brasil, a tradição, vinda de Portugal, fica por conta do bacalhau. As crianças esperam pelo “coelho da páscoa” que trará ovos de chocolate.
Mas, que tal fazermos uma páscoa bem tradicional este ano?
Essa semana para comemorar a Páscoa, vamos fazer um lombo de cordeiro com risoto de hortelã e vinagrete de ervas, e para acompanhar um delicioso pão ázimo tradicional!
Surpreenda sua família e amigos!
Prepare suas panelas e mãos à obra!

Feliz Páscoa!
Um beijo e até a próxima!


LOMBO DE CORDEIRO COM RISOTTO DE HORTELÃ
E VINAGRETE DE ERVAS

Por Mariana Rodrigues

Rende 5 porções

Ingredientes:

Para o Lombo:
1k de lombo de cordeiro
5 ramos de tomilho fresco
5 ramos de alecrim fresco
2 folhas de louro
100ml de suco de limão siciliano
Pimenta branca moída na hora a gosto
Sal a gosto
Q.s. de Azeite de oliva para fritar

Para o Risotto:
400g de arroz arbóreo
800ml de caldo de legumes ( ½ aipo, ½ alho poró, 1un de cenoura, 1 um de cebola e 20 folhas de hortelã)
50g de manteiga
150g de queijo grana padano ralado na hora
100ml de vinho branco seco
½ cebola cortada em pequenos pedaços (brunoise)
20 folhas de hortelã cortadas em tiras muito finas (juienne)
Sal a gosto

Para o vinagrete de ervas
150ml de azeite extra virgem
50ml de aceto balsâmico
10 ramos de Tominho fresco
10 ramos de Alecrim fresco
Sal a gosto


Preparo:

Lombo de Cordeiro:
tempere o lombo com todos os ingredientes menos o sal e deixa marinar por 1 hora
Numa frigideira anti-aderente coloque o azeite e deixe esquentar um pouco. Retire o lombo da marinada e sele os lados deixando-o em cada lado por 3 minutos na frigideira quente. Acrescente o sal, isso fará com que a carne já selada, preserve mais o seu sulco, ficando mais úmida. Corte em fatias bem finas, tipo rosbife. Reserve.

Viangrete de ervas:
Faça uma emulsão com o azeite e o aceto balsâmico.
Com uma faca, triture bem as ervas frescas até formarem um pó.
Misture na emulsão. Reserve.


Risotto:
Faça o caldo de legumes com os ingredientes e deixe reduzir por meia hora pelo menos, assim ficará mais apurado. Ele deve um sabor mais forte de hortelã.
Numa panela sue a metade da cebola com a manteiga (não deixa queimar a cebola, ela deve ficar transparente). Acrescente o vinho branco e aumente o fogo para evaporar. Misture o arroz e sele por um minuto.
Vá acrescentando o caldo de legumes quente aos poucos, concha por concha e mexa até o arroz absorver quase todo o caldo. Repita essa operação por aproximadamente 16 minutos até que o arroz fique al dente. Atenção para não cozinhar demais.
desligue o fogo e acrescente o queijo, a manteiga restante e as folhas de hortelã cortadas.


Arrumação do prato:

No centro de um prato coloque 100gr de risotto e por cima 5 fatias de lombo de cordeiro. Ao redor, coloque 2 colheres de sopa do vinagrete, enfeite com ramos de alecrim ou de hortelã.
Sirva imediatamente com uma boa taça de vinho!



PÃO AZIMO

Ingredientes:
1k de farinha de trigo ou integral
500ml de água fria
100ml de azeite extra virgem
sal a gosto
Preparo:
Misture todos os ingredientes e amasse-os. Com um rolo, abra a massa de forma a ficar muito fina, transparente. Coloque a massa numa fôrma retangular anti-aderente levemente untada e maruqe com uma faca em formato quadrado. Isso irá facilitar depois de pronto para partir. Leve ao forno médio até ficar um pouquinho dourada por cima. O tempo varia muito d eum forno para o outro, por isso, como a massa é muito fina, devemos ficar observando.
Dicas:

O lombo de cordeiro deve ser de leite. A sua carne é mais macia e tenra, ou seja, mais saborosa também.
O vinagrete de ervas deve ser feito na noite anterior para agregar mais sabor.
O preparo de um risottto exige paciência. O arroz nunca deve ser lavado, o que faz ele ficar al dente é o fato de ser rico em amido, que se for lavado acaba se perdendo. É importante que o arroz seja italiano do tipo arbório, ou carnaroli ou ainda o vialone nano. O arroz brasileiro não possui amido suficiente e o processo de cozimento é outro. O Risotto deve ser preparado de uma vez só e servido imediatamente, segundo a tradição italiana.
Quanto aos pães Azimos, conta a tradição que não devemos passar de 18 minutos no preparo para a massa não fermentar.

2 comentários:

Patricia disse...

hummmmmmmmmmmmmmmm... delicia!!!!!
risos.

ARRASA

Bjs

carlinhos de lima disse...

Tô com saudade do teu perfume...